Junio 2016

Reminiscencias de la violencia: el caso del sur del Tolima

36

 

DOI: http://dx.doi.org/10.15425/redepub.36.2016.11


-----------------------------------------------------------

 

Resumen

 

Se trata de una investigación sobre la construcción de memoria individual y colectiva de una comunidad del sur del Tolima, que fue afectada por el conflicto armado conocido como la Violencia. Se realizaron ocho entrevistas a adultos mayores, cuatro hombres y cuatro mujeres, que contaron aquello que recordaban del periodo en cuestión. Se indagó por la vida de un guerrillero liberal, alias General Arboleda, para conocer cuál era la relación de los líderes liberales con la comunidad, las razones del surgimiento de estos movimientos, la forma en la que actuaron y las relaciones de poder existentes entre diferentes instituciones con los bandoleros. Es un esfuerzo por dignificar aquellos relatos que se quedaron en el ámbito privado de algunas víctimas del conflicto bipartidista. El resultado es un compendio de experiencias y relatos que tuvieron que haber sido tenidos en cuenta por los poderes reconciliados para hacer una transición verdadera a la paz.

 

-----------------------------------------------------------


Abstract

 

This paper is about the construction of the individual as well as collective memory of a community that was affected by la Violencia in the south of Tolima. It is based on eight interviews to senior citizens––four men and four women––that shared their memories of such time. The life of a liberal guerrillero was studied to understand the relationship of liberal leaders with the community, the reasons of the emergence of such movements, their behavior and the power relations between different institutions and the outlaws. This paper is an effort to dignify those stories that remained in the private sphere of some victims of the armed conflict. As such, it is a compendium of experiences and stories that should have been taken into account by the reconciled powers for a real transition to peace.

 

-----------------------------------------------------------

 

 

Resumo

 

Trata-se de uma pesquisa sobre a construção de memória individual e coletiva de uma comunidade do sul do Tolima, que foi afetada pelo conflito armado conhecido como a Violência. Foram realizadas oito entrevistas a idosos, quatro homens e quatro mulheres, que contaram o que se lembravam do período em questão. Indagou-se pela vida de um guerrilheiro liberal, alcunhado General Arboleda, para conhecer qual era a relação dos líderes liberais com a comunidade, as razões do surgimento destes movimentos, a forma na que atuaram e as relações de poder existentes entre diferentes instituições com os bandoleiros. É um esforço por dignificar estes relatos que ficaram no âmbito privado de algumas vítimas do conflito bi partidarista. O resultado é um compêndio de experiências e relatos que tiveram que ter sido levado em consideração pelos poderes reconciliados para fazer uma transição verdadeira para a paz.

 

 

Categories: